Armazenar sobras de estoque é um erro muito comum entre os lojistas e que pode ser resolvido com promoções agressivas, que podem inclusive conter produtos que são vendidos abaixo do seu valor de custo. O lojista pode acreditar estar tendo prejuízo nesta situação mas nem sempre é assim. Neste artigo vou tentar convence-los de que muitas vezes vender produtos abaixo de seu custo pode representar lucro, então vamos lá. Primeiro algumas definições.

 

Estoque ideal

Primeiramente quero falar um pouco do que seria o estoque ideal, ou seja, aquele que geraria o maior lucro possível. Idealmente teríamos em nossa loja um estoque exato, todos os produtos seriam vendidos com mark-up "cheio", absolutamente nenhum produto ficaria parado na loja e, principalmente, nenhuma venda seria perdida por falta de produto. Resumidamente, temos em nossa loja exatamente o que irá vender, nem um produto a mais, nem um produto a menos. Esta é a situação perfeita. Tão perfeita quanto impossível de ocorrer.

 

O estoque real e o preço

Não temos como saber a priori tudo o que irá vender, por isso o lojista compra sempre a mais. Mais cores, mais modelos, mais tamanhos do que efetivamente será vendido. São vários os fatores que determinam quais produtos terão saída. Aquela blusa muito parecida com a que a atriz da capa daquela revista famosa está usando. O inverno pode não estar tão frio assim. Ou então aquela estampa pode ter caído no gosto das mulheres inesperadamente. Independente do fator que determina o que vende a mais ou a menos, existe um segundo fator que vai determinar as vendas de todos os produtos: o preço. Depois de termos comprado o nosso estoque, esta será a única variável que vamos poder operar.

 

O grande engano

Quando a estação se encaminha ao fim, começa a ficar claro quais produtos ficarão parados no estoque. Muitos lojistas fazem promoções tímidas (20, 30, 40%) e acabam armazenando parte das sobras do estoque acreditando que aquele produto vende sempre, e no próximo inverno vai poder colocá-lo em exposição novamente. Isto pode até ser verdade, mas considere os seguintes fatores:
  • E se o produto não vender novamente no próximo ano? Terá ficado um ano inteiro parado em estoque apenas para ver que ficará mais um ano.
  • O valor de custo do produto estará parado. Isto equivale a pegar dinheiro vivo e deixar no cofre. Muitas vezes isto ocorre ao mesmo tempo em que se paga juros para adiantar recebimentos em cartão ou cheque, além de empréstimos e juros de cheque especial. Faz sentido? Sem contar que com este dinheiro em mãos poderia-se comprar a próxima coleção a vista, ganhando um desconto do fornecedor, ou então poderia ser usado em propaganda turbinando as vendas desta coleção.
  • Ano que vem, com o mesmo valor ou até menos, você poderá comprar novamente as peças que precisar, então pra quê guardar o estoque e deixar o dinheiro parado por todo o ano?

 

A análise do lucro por coleção

Façamos um exercício simples de matemática. Vou simular com valores e quantidades pequenos para efeito de exemplo, mas não é difícil extrapolar para todo o estoque de sua loja. Vamos imaginar que nesta coleção compramos 5 produtos a R$10,00 cada e colocamos o preço de venda em R$15,00. Agora vamos imaginar que a estação está chegando ao final e vendemos apenas 3 produtos, faturando R$45,00. Se optarmos por deixar os 2 produtos restantes parados em estoque para vender no próximo ano, vamos carregar por longos meses este prejuízo de R$5,00 (-10%). Agora, se fizermos uma super promoção e conseguirmos vender os produtos restantes por R$3,00 cada (80% de desconto!!!) teremos um lucro de R$1,00 (+2%). O que é melhor? Os dois produtos da promoção aparentemente foram vendidos com prejuízo, mas se verificarmos toda a coleção, o lucro está justamente nestes produtos. Eles salvaram a estação!

 

Conclusão

Várias medidas podem ser tomadas para otimizar o estoque, aqui abordamos apenas a questão das mercadorias paradas, um erro muito comum entre lojistas e que se compreendido e evitado (utilizando promoções) pode representar aquele lucro que estava faltando em sua loja.

O post Otimização de estoque – Por que não deixar mercadorias paradas apareceu primeiro em Acras.