“Para emitir NFCe é necessário gerar o CSC, no SEFAZ, que irá compor o QRCode do DANFe NFCe.”

Sim, esta frase está em português, e neste artigo vamos explicar o que cada uma destas siglas significa.

NFCe (Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica)

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, ou NFC-e, é a evolução do Cupom Fiscal que era emitido pelas Impressoras Fiscais. Agora cada cupom será autorizado em tempo real pela Receita Estadual e não há mais a necessidade de utilizar aquelas impressoras fiscais caras e que geram tantos problemas.

A NFC-e emitida para o consumidor final poderá ser verificada pelo cliente diretamente na internet, podendo ser enviada por email ou impressa em impressoras comuns.

QRCode

O QRCode é como se fosse um código de barras, mas que comporta muito mais informações do que seu irmão mais velho. Ele é geralmente utilizado para armazenar longos endereços da internet de modo que com uma foto tirada de um celular é possível acessar um endereço complexo. Veja a imagem abaixo de um QRCode, se tiver em mãos um celular faça o teste.

CSC

Código de Segurança do Contribuinte. É uma sequência de letras e números secreta, que somente o contribuinte e o fisco conhecem. Ele é utilizado na geração do QRCode da NFCe.

SEFAZ

Secretaria da Fazenda. É o órgão responsável, dentre outros, pela regulamentação do uso dos documentos fiscais digitais.

DANFe NFCe

DANFe significa Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. Tanto a NFe quanto a NFCe possuem seus modelos de DANFe. Veja abaixo um exemplo de DANFe NFCe.