Se você pertence ao Estado de São Paulo, provavelmente já deve ter ouvido falar no SAT Fiscal. Neste artigo, ficará sabendo sobre o que é o equipamento, para que serve e algumas de suas características.

 

Sistema Autenticador e Transmissor, ou simplesmente, Sat fiscal. É um dispositivo exclusivo do Estado de São Paulo, substituto do ECF (impressora fiscal), que autentica e transmite em tempo real as notas para a Sefaz.

Quem precisa implementar o SAT Fiscal ? Verifique no Link:

http://www.fazenda.sp.gov.br/sat/obrigatoriedade/obrigatoriedade.asp

Ao adquirir o SAT, você deve:

  1. Cadastrar o número de série do SAT no SEFAZ-SP
  2. Ativar o aparelho informando o seu CNPJ e criando um código de ativação, usando software específico do fornecedor SAT.
  3. Associar o aparelho a uma empresa desenvolvedora, usando o seu CNPJ e uma assinatura especial fornecida por nós.

Este procedimento pode ser realizado conforme este artigo.

Exemplo de SAT da Bematech

 

Características:

  • O SAT não realiza a impressão de extratos, sendo necessário uma impressora não fiscal. Nós recomendamos a impressora Bematech MP 4200 TH.
  • O SAT possibilita o armazenamento das informações por até 10 dias caso o contribuinte esteja sem conectividade.
  • Após 10 dias sem conexão o SAT entra em modo bloqueio.
  • Notas transmitidas para a SEFAZ podem ser consultadas através do endereço:
    https://satsp.fazenda.sp.gov.br/COMSAT/Account/LoginSSL.aspx?ReturnUrl=%2fCOMSAT
  • Prazo para cancelamento de notas: 30 minutos.
  • Envio automático da Nota Fiscal Paulista.
  • Apenas um dispositivo SAT por CNPJ.
  • Se houver falhas no aparelho SAT, os arquivos XML gerados pelo sistema podem ser enviados para a Sefaz.
  • Caso esteja sem conectividade, as vendas continuam sendo processadas normalmente, sendo necessário apenas conectá-lo dentro do prazo de 10 dias em qualquer local que possua internet.